Qual o melhor andar para morar em um apartamento?

Descubra qual o melhor andar para morar em um apartamento e saiba o que avaliar antes de tomar a sua decisão final.

 

Quando estamos prestes a comprar um apartamento, surgem inúmeros detalhes que precisam ser verificados antes de tomar a decisão.

Um destes detalhes se abre em um leque com outros. Trata-se do andar que você vai escolher.

Essa não pode ser uma escolha baseada em suposições, ou na sorte de ter sobrado uma unidade em determinado andar.

 

Veja a seguir qual o melhor andar para morar em um apartamento

Giardinos

Antes de mais nada, precisamos quebrar aquele preconceito que gira em torno dos apartamentos no térreo e no primeiro andar.

Esses apartamentos possuem, muitas vezes, um espaço exclusivo que os outros não têm.

São os giardinos. Apartamentos com terraço estendido e exclusivo, onde pode haver um jardim, churrasqueira, área para lazer ou até mesmo uma piscina privativa para os apartamentos deste andar.

Por isso, antes de descartar completamente o térreo e o primeiro andar, verifique se eles possuem giardinos.

No fim das contas, pode ser muito mais vantajoso do ponto de vista financeiro e da qualidade de vida.

 

Vista e privacidade

A vista é um dos primeiros quesitos levantados na hora de avaliar qual o melhor andar para morar em um apartamento.

Os andares mais altos sempre oferecerão as melhores vistas da região.

Dependendo da altura do prédio, é possível ver quase a cidade toda, com uma vasta área.

A privacidade também é melhor nos andares mais altos, a partir do terceiro andar.

Os andares mais baixos podem ser vistos por quem passa do lado de fora. Então, recomenda-se discrição, e avaliar se isso é ou não um empecilho para você.

 

Localização

Dependendo da localização do prédio, os andares mais baixos já possuem uma vista alta.

Isso porque os terrenos mais elevados oferecem essa peculiaridade.

Então, podemos dizer que, um apartamento no primeiro andar de um terreno mais elevado, equivale a um terceiro andar de outro prédio que está mais baixo.

Verifique a elevação do terreno antes de escolher o andar do seu apartamento.

Isso pode influenciar em diversos detalhes, como temperatura, ventilação e umidade relativa do ar.

Além disso, praticamente todos os tópicos que vamos abordar aqui são modificados dependendo da elevação do terreno.

 

Lado poente ou lado nascente

Apesar de não estar diretamente relacionado à altura do apartamento, o comportamento do sol também é um fator importante, especialmente nos andares mais altos.

O lado poente pega mais sol da metade do dia em diante, enquanto o lado nascente é justamente o contrário, ficando com o sol da manhã.

Tendo em vista este detalhe, avalie se você gosta mais do sol da manhã ou do sol do fim da tarde.

Em andares altos, você não poderá se esconder do sol a menos que use cortinas e persianas com essa função.

Por isso, vale a pena prestar atenção neste detalhe para evitar a maior incidência solar em períodos onde você gosta de assistir TV ou ficar na sala com sua família.

 

Preço

Normalmente, os apartamentos dos primeiros andares são mais baratos que os últimos andares.

Se você quer procurar por alternativas para comprar um apartamento mais barato, a mudança para um andar mais baixo pode ser uma boa opção.

Nem sempre o melhor andar para morar em um apartamento é um andar alto, longe do térreo.

Tudo precisa de equilíbrio e até o fim do texto você verá que os andares altos também possuem suas desvantagens.

 

Acessibilidade

A acessibilidade deve ser levada em consideração, especialmente para quem tem filhos e pets, ou para quem recebe visitas de pessoas de mais idade.

Caso os elevadores parem de funcionar por uma pane ou falta de energia elétrica, você terá que subir e descer de escadas.

Isso não costuma acontecer todos os dias. Porém, também precisa ser levado em consideração.

Além disso, o tempo que você pode passar aguardando os elevadores e o tempo gasto dentro deles é outro fator que, com o passar dos meses, pode acabar irritando.

Você precisa avaliar isso antes da compra, ou se acostumar depois.

 

Ventilação

Os andares mais baixos recebem menos incidência de ventilação natural, mas também acabam permanecendo mais livres de poeira.

Já os andares mais altos podem ser alvo de fortes rajadas de vento, mas em compensação possuem uma ventilação natural muito melhor.

A questão aqui é avaliar o que é mais vantajoso para você, pois se trata de uma decisão pessoal.

Escolher o melhor andar para morar em um apartamento requer uma avaliação completa, e o vento entra na conta.

Especialmente se você for morar em uma região onde venta muito, ou, pelo contrário, onde quase não bate nenhum vento.

 

Barulho

Se você se incomoda muito com o barulho que vem da rua, procure os andares mais elevados para morar.

Lá em cima, você quase não escutará o barulho das ruas e avenidas mais próximas. O silêncio é uma vantagem para quem não consegue dormir com barulho.

Já se você não se importa com isso ou se não tem dificuldades em dormir com barulho, os andares mais baixos entram na sua lista de opções.

Se este for o caso, avalie o restante dos quesitos. Pode acabar compensando comprar um apartamento em um andar mais baixo devido aos seus benefícios.

 

Iluminação natural

Por fim, vale a pena mencionar que os andares mais baixos podem ser bloqueados por outras construções quanto à luz natural.

O sol pode ficar bem atrás do prédio em frente, ou de outros tipos de edificações.

Os andares mais altos não sofrem com este problema, ou sofrem menos.

Porém, preste atenção à configuração do condomínio. Prédios de frente um para o outro podem bloquear o sol mesmo nos andares mais elevados.

 

No fim das contas, escolher o melhor andar para morar em um apartamento é uma decisão que cada um deve tomar com base em suas preferências pessoais.

Para te ajudar, podemos mostrar os empreendimentos da CWCI e deixar que você decida qual o melhor. Clique aqui para conhecer!

POSTAGENS RELACIONADAS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.